Está aqui

Niger

Premiação ao Niger

Ano lectivo 2002

Thomas Buettner, especialista da GTZ em educação primária e director do projecto Makaranta no Níger, descreve o complicado processo de escolha dos premiados naquele país.

Os três primeiros laureados

"Contei com o apoio de três peritos do Níger que receberam apenas uma vez no início das suas actividades uma remuneração diária e que depois trabalharam gratuitamente. Sete peritos nigerianos e estrangeiros participaram na decisão final sobre a escolha dos vencedores.

Dos 3000 questionários enviados, 1000 foram respondidos. As duas primeiras etapas da selecção, nas regiões e departamentos, foram confiadas às administrações escolares do Níger e a outras autoridades locais. As oito regiões propuseram sete escolas (quatro urbanas e três rurais). Visitei cada uma delas sem aviso prévio, o que me permitiu recolher importantes informações suplementares."

O primeiro prémio foi concedido à escola primária rural de Toudouni (Arrondissement Tahoua), o segundo (o "Prémio de Encorajamento") a uma escola rural nas proximidades de Maradi e o terceiro a uma escola urbana em Niamey. Os prémios totalizaram 500.000, 350.000 e 150.000 FCFA (aproximadamente $750, $525 e $225). A cerimónia oficial de entrega dos prémios realizou-se em fins de Março de 2003.

Português, Portugal